24 outubro 2020

Tribunal especial afasta governador de Santa Catarina

O tribunal especial de julgamento formado para deliberar sobre o pedido de impeachment contra o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva, e da vice-governadora Daniela Reinehr decidiu na madrugada deste sábado (24) pela admissibilidade da denúncia apenas contra o governador.

O governador será intimado da decisão e ficará, a partir desta terça-feira (27), suspenso do exercício das funções até sentença final, além de perder um terço dos vencimentos, que serão pagos em caso de absolvição.

A sessão designada para discussão e votação do parecer do relator foi realizada na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), onde ocorreram todos os atos do tribunal especial de julgamento. As atividades na assembleia começaram às 9h de sexta-feira (23) e tiveram sequência até as 2h deste sábado (24).

Votos

O tribunal especial decidiu, por 6 votos a 4, pela admissibilidade da denúncia contra o governador. O colegiado é formado por cinco desembargadores e cinco deputados estaduais. O relator, deputado Kennedy Nunes, votou para que a denúncia de impeachment fosse objeto de deliberação em relação ao governador e à sua vice. O entendimento foi seguido pelos deputados Laercio Schuster, Luiz Fernando Vampiro, Maurício Eskudlark e pelo desembargador Luiz Felipe Schuch.

O deputado Sargento Lima também votou pelo acolhimento da denúncia contra Moisés, formando a maioria simples para o prosseguimento do impeachment em relação ao governador. No entanto, Lima se manifestou pela não admissibilidade em relação à vice.

Como os outros quatro desembargadores do tribunal especial de julgamento votaram pelo não acolhimento da denúncia contra ambos, formou-se um empate quanto ao prosseguimento do impeachment de Daniela. No voto de desempate do presidente do Poder Judiciário de Santa Catarina, desembargador Ricardo Roesler, foi aceita que a admissibilidade não deveria ocorrer em relação à vice-governadora.

Votaram pela não admissibilidade da denúncia os desembargadores Rubens Schulz, Sérgio Rizelo, Carlos Alberto Civinski e Claudia Lambert.

Fonte: Agência Brasil - São Paulo

Imprensa estadual repercute negativamente nota divulgada pelos diretores do Hospital Regional e VI URSAP, que tentaram utilizar pandemia para "atrapalhar" mobilização de Leonardo Rêgo

Dizem os especialistas que o medo é um sentimento de ansiedade sem razão aparente. Há quem diga que, se o medo gerar no ser humano reações positivas como despertamento e prudência poderá ser benéfico.

Só que em Pau dos Ferros "corre a boca miúda" que a nota divulgada pelos diretores do Hospital Regional Dr. Cleodon Carlos de Andrade (Raimundo Faria) e da VI Diretoria Regional de Saúde (Mona Lisa Torquato) teria como "pano de fundo" a preocupação como correligionários dos candidatos da oposição com a grande mobilização política que será realizada pela campanha do prefeito Leonardo Rêgo (DEM), neste domingo (25).

Sobre a utilização do discurso dos números relacionados à pandemia, O Blog do BG publicou (Veja AQUI), nesta quinta-feira (22), dados da Sesap atestando a diminuição nos números de casos do Coronavírus, nas últimas 24 horas.

Já o Blog do Gustavo Negreiros (Veja AQUI), destacou que em Pau dos Ferros a pandemia está estabilizada, conforme números de boletins oficiais, emitidos por órgãos públicos, sendo que até a taxa de transmissibilidade do Covid-19 é uma das mais baixas do Rio Grande do Norte, informações atestadas pelo Lais/UFRN.

Coube ao Blog Oeste em Pauta (Veja AQUI) a ousada, porém, assertiva afirmação que os diretores dos referidos órgãos são apoiadores declarados dos candidatos do grupo de oposição (Marianna Almeida e Renato Alves), algo que, vergonhosamente, coloca sob suspeita do uso da coisa pública em prol de interesses eleitorais.

Por fim, me dei por satisfeito ao ler uma matéria do jornalista César Santos (Veja AQUI), que fez um comparativo entre as cidades de Pau dos Ferros e Alexandria, cujo grau de transmissibilidade na "Terra da Barriguda" chegou a 3,24 e, por lá, a campanha eleitoral transcorre normalmente.

Voltando ao assunto do medo, vejo como algo natural que os principais opositores de Leonardo Rêgo temam a realização de suas mobilizações, afinal, desde 2004 só o grupo liderado pelo atual gestor vence as batalhas eleitorais na cidade.

O que não pode é esse medo dos oposicionistas de perder pela quinta vez consecutiva interferir no uso da máquina estatal tanto como objeto de manipulação quanto manobra rasteira para gerar polêmicas no pleito eleitoral, ainda mais utilizando um assunto sério como é a pandemia do Covid-19.

A mobilização segue marcada e, de acordo com os organizadores, serão adotadas todas as recomendações preventivas como uso de máscara facial, utilização de álcool em gel ou líquido nas mãos, além da utilização de outros recursos necessários para a segurança de todos.

Fonte: Politica  pau-ferrense

Duas pessoas morrem e 4 ficam feridas após tiroteio em conveniência

Janaína Camila Pereira Sanches e Greidson dias de Souza foram mortos em conveniência em Jaciara (MT) — Foto: Divulgação

Uma mulher de 30 anos e um homem de 36 anos morreram durante um tiroteio em uma conveniência da Avenida Antônio Ferreira sobrinho, no Bairro Santa Rita, em Jaciara, a 149 km de Cuiabá, na noite dessa sexta-feira (23). Outros quatro clientes ficaram feridos.

Testemunhas disseram à polícia que os tiros teriam sido disparados depois de uma confusão generalizada no local.

De acordo com a Polícia Militar, os policiais encontraram seis vítimas caídas no chão da conveniência assim que chegaram no comércio. Nenhum suspeito dos disparos foi localizado.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou a morte de Janaína Camila Pereira Sanches e de Greidson dias de Souza.

As outras vítimas foram encaminhadas ao Hospital Municipal de Jaciara com marcas de tiro. Duas delas estão em estado grave e foram transferidas para Rondonópolis, no sul do estado. As outras vítimas receberam alta neste sábado (24).

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) fez o isolamento do local. Ainda não se sabe a motivação do crime. A Polícia Civil está investigando o caso.

Fonte:  TV Centro América

Cliente é baleado em bar no Umarizal, em Belém

Cliente é baleado em bar no Umarizal, em Belém. — Foto: Reprodução / Google Maps

Um cliente de um bar foi baleado na noite de quinta (22) na Viela Célia, bairro do Umarizal em Belém. O estado de saúde dele não foi informado.

A Polícia Civil não identificou o homem preso em flagrante pela tentativa de homicídio e disse que apreendeu uma arma com ele. O caso repercute nas redes sociais e foi registrado na Seccional de São Brás.

Segundo testemunhas, a motivação teria sido um desentendimento entre a vítima e o dono do estabelecimento. Testemunhas afirmam que o cliente teve o carro riscado pelo proprietário e se recusou a pagar a conta. O proprietário então teria disparado contra a barriga do cliente.

O G1 tentou contato com o Bar do Tuna por telefone, mas não havia obtido resposta até a última atualização desta matéria.

Fonte:  G1 PA — Belém

Suspeito de participar da morte de sargento da PM e de empresário é preso na Grande Fortaleza

Sargento da reserva e empresário são assassinados em Maranguape

Um homem de 25 anos foi preso na tarde desta sexta-feira (23) suspeito de participar da morte de um sargento da reserva da Polícia Militar e de um empresário que atuava no ramo de venda de frangos em Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza. O crime aconteceu na noite desta quinta-feira (22).

As vítimas são o policial Juscelino Araújo Chaves, 58 anos, e o empresário Daniel Cortez, de 45 anos. De acordo com a Polícia Civil, o sargento Juscelino e Daniel estavam dentro de um carro quando foram abordados por homens armados após um acidente na CE-065. Os homens atiraram, Daniel não resistiu aos ferimentos e morreu dentro do veículo.

Já o sargento conseguiu sair do carro após a colisão e tentou fugir, porém foi perseguido e morto pelos suspeitos, que fugiram em seguida. Durante a ação criminosa, uma arma de fogo que pertencia ao militar morto e uma mochila foram roubadas.

Francisco Erverson Xavier Ferreira de Moura foi localizado no distrito de Boa Vista dos Valentins, em Maranguape, e foi levado para a Delegacia Metropolitana da cidade, onde após prestar esclarecimentos sobre o caso, foi autuado em flagrante por homicídio doloso. A Polícia Civil segue realizando diligências para capturar outros partícipes do crime e descobrir a motivação do fato.

Fonte:  G1 CE